Saúde promove ação do Setembro Amarelo no Jirau

Neste domingo, dia 17, a equipe da Secretaria de Saúde de Itaíba esteve no distrito de Jirau, aonde realizou mais uma ação do Setembro Amarelo na feira do Distrito do Jirau. Agentes de saúde percorreram toda a feira e o comércio local orientando a população sobre o suicídio.

O setembro amarelo é uma campanha que visa à conscientização sobre a prevenção do suicídio, com o objetivo direto de alertar a população a respeito da realidade do suicídio no Brasil e no mundo, bem como suas formas de prevenção. Ocorre sempre no mês de setembro, desde 2014, levando a cor amarela como identificação do movimento.

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde) este grave problema de saúde pública é responsável por uma morte a cada 40 segundos no mundo, de acordo com dados o suicídio mata mais jovens que o HIV em todo o mundo.

A OPAS (Organização Pan-Americana de Saúde) reconheceu o suicídio e as tentativas como uma prioridade na agenda global de saúde e incentivou os países a desenvolver e reforçar estratégias de prevenção, quebrando estigmas e tabus existente sobre o assunto.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que ocorram, no Brasil, 12 mil suicídios por ano, conforme o primeiro relatório mundial sobre o tema, divulgado, em 2014.

O suicídio pode ser definido como um ato deliberado executado pelo próprio individuo, cuja intenção seja a morte, de forma intencional, estima-se que 800 mil pessoas cometem suicídio todos os anos, no mundo. E para cada caso fatal há pelo menos outras 20 tentativas fracassadas.

Como ajudar?

– Não enxergue o suicídio como uma decisão individual, as pessoas que concretizam esse ato estão vulneráveis, fragilizadas e possivelmente passando por um adoecimento mental.

– Quem toma essa atitude esta passando por muitos problemas e sofrimento, desta maneira não encontra possibilidades de solução no momento.

– Fique atento aos alarmes verbais, como os comentários que sinalizam o comportamento suicida, sendo assim, procure conversar, seja suporte, mostre ao individuo que ele não esta sozinho (a).

– É importante se disponibilizar para ouvir o individuo e desenvolver a empatia. – Atenção ao comportamento depressivo, como a desvalorização dos aspectos positivos e a supervalorização dos aspectos negativos.

– Evite julgamentos, o individuo que busca o suicídio não quer acabar com a vida e sim com o sofrimento que esta vivenciando.

– É importante conhecer o histórico do idealizador, se já sofreu ou está sofrendo abuso sexual, bullying, experiências traumáticas e se faz uso de álcool ou outras drogas.

– Fique atento as alterações de humor do sujeito bem como a intencionalidade de cometer o suicídio.

– Estimule ele(a) a procurar um apoio psicológico. – Busque ajuda, seja apoio, 90% dos casos poderiam ser evitados.